Quem Somos

Sob orientação e coordenação da Prof. Dr. Maria das Graças dias Pereira, somos um grupo de pesquisa pertencente à Pós-graduação em Estudos de Linguagem (PPGEL) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e ao diretório do CNPq.

Nossa equipe é construída e constituída, desde 2004, por pesquisadores, por professores e por estudantes de diferentes áreas do conhecimento e de diversas universidades que entrelaçam seus estudos sobre as mais diferentes temáticas que versam a tríade Linguagem, Cultura e Trabalho.

Vejamos os componentes:

Maria das Graças Dias Pereira (Coordenadora e Orientadora do Grupo) é Pós-Doutorada pela ILTEC e pela Universidade de Lisboa (2008-2009), Doutora e Mestre em Estudos de Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1993/1981 respectivamente) e Graduada em (Em Letras: Português/Inglês) pela Universidade Católica de Minas Gerais (1976).  É professora associada II da PUC-Rio no Departamento de Letras, do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem, com atuação na linha de pesquisa Discurso, Práticas Cotidianas e Profissionais. Além disso, é líder do Grupo de Pesquisa CNPq/PUC-Rio Linguagem, cultura e trabalho. Desenvolve pesquisas com foco em: linguística aplicada, análise da narrativa, sociolinguística interacional, análise da conversa e pragmática. Ademais, participa do GT Práticas Identitárias da Linguística Aplicada – ANPOLL, da Associação Brasileira de Linguística – ABRALIN, da Associação de Linguística Aplicada do Brasil – ALAB, da International Pragmatics Association – IPra, da Asociación Latinoamericana de Estudios del Discurso – ALED. Seus interesses de pesquisa alinham-se à articulação entre linguagem, discurso, práticas e construção de identidades na linguística das profissões; à interação em novas tecnologias em gêneros digitais contemporâneos; à análise da narrativa, da fala em interação, da microargumentação – em contextos da saúde, da educação, da comunicação social, centre outros. Lattes: http://lattes.cnpq.br/0979811416400008

Mayara de Oliveira Nogueira é Pós-doutoranda em Linguística pelo Programa de Pós Graduação em Estudos Linguísticos da Universidade Federal do Espírito Santo, com bolsa pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e pelo Fundo de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (FAPES). Doutora em Estudos da Linguagem pelo Programa de Pós Graduação em Estudos da Linguagem da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2018), com bolsa pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Mestre em Linguística pelo Programa de Pós Graduação em Estudos Linguísticos da Universidade Federal do Espírito Santo (2013), com bolsa pelo Fundo de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (FAPES). Possui graduação em Direito pela Universidade Vila Velha (2011) e em Letras Português pela Universidade Federal do Espírito Santo (2011). Faz parte do Grupo de Estudos em Alteridade e Política (UFES) e do Grupo de Pesquisa Linguagem, Cultura e Trabalho (PUC-Rio). É membro integrante do corpo editorial da Revista Escrita, periódico do Departamento de Letras da PUC-Rio. Advogada com experiência profissional nas áreas trabalhista, previdenciária e cível. Membro associado da Associação Brasileira de Linguística – ABRALIN, da Associação de Linguagem & Direito – ALIDI, da Associação Espirito-Santense dos Advogados Trabalhistas – AESAT e do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário – IBDP. Tem interesse e experiência nas seguintes áreas e temas: Análise do Discurso, Sociolinguística Interacional, Linguística Aplicada das Profissões, Identidade, Narrativa, Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho. Lattes: http://lattes.cnpq.br/2011664722861211

Carolina Magalhães de Pinho Ferreira é Doutora e Mestre em Estudos de Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2014/2008 respectivamente) além de Graduada em Fonoaudiologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004). Atua como Professora Adjunta do Curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro e tem experiência na área de Fonoaudiologia, com ênfase em linguagem, principalmente, nos seguintes temas de abrangência: surdez, letramento, multimodos, aquisição de linguagem, desenvolvimento do discurso narrativo, LIBRAS e orientação a famílias de surdos.Lattes: http://lattes.cnpq.br/6053148743401648

Priscila Starosky é Doutora em Estudos de Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2011), Mestre em Linguística pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2005) e Graduada em Fonoaudiologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001). É Professora adjunta do Departamento de Formação Específica em Fonoaudiologia da Universidade Federal Fluminense (Campus Universitário de Nova Friburgo, RJ) e desenvolve pesquisas na área da Linguística Aplicada à Fonoaudiologia e dos estudos socioculturais em interação, tendo como temas o desenvolvimento de linguagem, no contexto da surdez e das necessidades especiais, e as práticas discursivas e identitárias que circulam nos contextos de saúde e da educação. Lattes: http://lattes.cnpq.br/5954321763394913

Tânia Pereira é Doutora e Mestre em Estudos de Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica – PUC-Rio (2005/1997 respectivamente), Graduada em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ (1989) e em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica – PUC-Rio (2017). É Professora Adjunta da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, ministrando disciplinas de Comunicação & Expressão e Análise e Produção do Texto Acadêmico. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Sociolinguística Interacional, estudando, principalmente, identidade, narrativa e entrevista psiquiátrica. Outros temas de interesse são direitos humanos, acolhimento institucional para crianças e adolescentes e conflitos familiares. Lattes: http://lattes.cnpq.br/2196449164708979

Marco Aurélio Silva Souza é Doutor e Mestre em Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2017/2013 respectivamente) além de Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância pela Universidade Federal Fluminense – UFF (2013), Especialista em Ciências da Linguagem, Gramática e Linguística pela Universidade Castelo Branco – UCB (2009) e Licenciado em Letras (Português/Inglês) pelo Centro Universitário Moacyr Sreder Bastos – UniMSB (2008). Atualmente, é Professor I (Inglês) da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro – Seeduc RJ e Professor I (Inglês) da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro – SME RJ. Lattes: http://lattes.cnpq.br/3882207934915814

Célia Elisa Alves de Magalhães é Doutora em Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Possui Mestrado em Letras/Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e Especialização em Língua Inglesa pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), além de certificações internacionais no ensino de inglês como lingua estrangeira, dentre elas, o Delta (Diploma in Teaching English to Speakers of Other Languages) e o Cote (Certificate for Overseas Teachers of English). Atualmente, faz parte do Grupo de Pesquisa Linguagem, Cultura e Trabalho, PUC-Rio, e ministra aulas de inglês como língua estrangeira na rede particular de ensino. Lattes: http://lattes.cnpq.br/4530760139528137

Luiz Carlos Barros de Freitas é Doutor em Estudos da Linguagem pela PUC-Rio, Mestre em Design (Pedagogia do Design na educação a distância para surdos) pela PUC-Rio, pós graduado (Lato Sensu) em Libras: ensino, tradução e interpretação pela UFRJ, pós graduado (Lato Sensu) em Tecnologia e Gerência de Redes de Computadores pela UNICARIOCA, licenciado em História pela FAHUPE e certificado pelo PROLIBRAS/UFSC-MEC. Pesquisador em Sociolinguística Interacional, autor/coautor de 13 livros em língua de sinais brasileira e artigos em periódicos, foi Coordenador Interino dos Cursos Letras Libras do Departamento de Letras Libras da Faculdade de Letras da UFRJ, onde atualmente é professor e coordenador da Pós-Graduação Lato Sensu Libras – Ensino, tradução e interpretação. Já atuou no Curso Libras 24h como Coordenador de EAD e como Professor de Libras do Departamento de Letras da PUC-Rio. Possui experiência em Letras (ênfase em Libras), Estudos Surdos e Desenvolvimento Institucional. Lattes: http://lattes.cnpq.br/9624209750545350

Renata Martins Amaral é doutora em Letras/Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), com bolsa pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Mestre em Linguística Aplicada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com bolsa pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), e Bacharel e Licenciada Plena em Letras – português/inglês pela UFRJ, com bolsa de iniciação científica pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Integrante do corpo editorial da Revista Escrita, periódico do Departamento de Letras da PUC-Rio. Membro associado da Associação Brasileira de Linguística – ABRALIN e da International Pragmatics Association – IPrA. Áreas de interesse: Análise do Discurso, Linguística Aplicada, Análise da Conversa e Sociolinguística Interacional. Tem experiência com estudo de narrativas, identidades, multimodalidade, posicionamento narrativo, protagonismo em redes sociais e netnografia. Atualmente investiga o protagonismo de mulheres com câncer de mama no contexto digital através da teoria do posicionamento narrativo em uma perspectiva de múltiplos ciberespaços. Lattes: http://lattes.cnpq.br/0330575520783859

Talita Rosetti é Doutoranda em Estudos de Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro desde 2018.1. Mestre em Estudos de Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio 2003), Pós-graduada em Língua Portuguesa pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – Faculdade de Formação de Professores (UERJ-FFP 2012), Graduada em Letras Português – Literaturas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ 2009). Membro do grupo de pesquisa Linguagem, Cultura e Trabalho, da PUC-Rio sob coordenação da professora Maria das Graças Dias Pereira. Desenvolve pesquisas nas áreas da linguística aplicada, análise da narrativa, sociolinguística interacional, dislexia e distúrbios de aprendizagem. Interesses de pesquisa: articulação entre discurso, práticas e construção de identidades na educação, dislexia e transtornos de aprendizagem em contextos da família e da escola. Lattes: http://lattes.cnpq.br/2578819368204070

Isabelle de Araujo Lima e Souza é Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), cuja pesquisa tem como foco no bilinguismo e a interação em LIBRAS, sob Orientação da professora doutora Maria das Graças Dias Pereira. É mestre em Letras pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e, no mestrado, pesquisou a estrutura de participação da fala-em-interação em aulas de Química para Surdos, com foco na interação em LIBRAS, sob a orientação da professora Wânia Terezinha Ladeira. É também graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Atuou como professora do Curso de Extensão em Língua Brasileira de Sinais (CELIB). Atualmente, é professora Assistente da Universidade Federal Fluminense (UFF) / Unidade Noroeste Fluminense (INFES). Lattes: http://lattes.cnpq.br/7457661067170964

Michele Vivas é Doutoranda em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Mestre em Letras pela mesma IES, em 2006. Graduou-se em Letras (Português / Espanhol) pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em 1999. Desde 1998, atua profissionalmente como Professora de Espanhol (Língua Estrangeira) e de Português (Língua Materna e/ou para Estrangeiros), em instituições públicas e privadas de ensino na região do Grande Rio. Foi professora de Espanhol (Língua Estrangeira) da rede municipal da cidade do Rio de Janeiro/RJ. Participou de vários projetos na SME (Rio de Janeiro/RJ), como na ?Atualização Curricular de Línguas Estrangeiras da MULTIEDUCAÇÃO, em 2004. Participa como Pesquisadora do Grupo de Pesquisa: ?Linguagem, Cultura e Trabalho? (PUC-Rio) do Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq, desde 2006. Desenvolveu atividades de pesquisa e capacitação de professores do Ensino Fundamental na região do Grande Rio e para professores de Português como Língua Estrangeira em Buenos Aires. Foi Professora contratada pelo Departamento de Letras Vernáculas, Setor Português Língua Estrangeira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no biênio 2006-2007. Exerceu o cargo de Coordenadora do Curso de Letras, no biênio 2012-2014, na Faculdade Paraíso (São Gonçalo/RJ). Lattes: http://lattes.cnpq.br/4400691754091655

Glauber de Souza Lemos é Doutorando em Letras (2019) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Centrado na área de Linguística Aplicada, com pesquisas em análise da narrativa, da conversa e da interação. No presente, seus tópicos de interesse são conflito, exclusão, identidade, translinguagem e transidiomática. Lattes: http://lattes.cnpq.br/2476398279155310

Marília Araujo Fernandes é Doutoranda em Estudos da Linguagem da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Mestre em Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2011). Possui graduação e licenciatura em Letras Português – Literaturas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2007). Faz parte do Grupo de Pesquisa Linguagem, Cultura e Trabalho (PUC-Rio). É membro do corpo editorial da Revista Escrita, periódico do Departamento de Letras da PUC-Rio. Atua como docente na Academia Militar das Agulhas Negras. Tem interesse nas seguintes áreas e temas: Análise do Discurso, Sociolinguística Interacional, Linguística Aplicada das Profissões, Identidade, Narrativa e Gênero. Lattes: http://lattes.cnpq.br/7910909122884024

Danilo Garrido é Mestre em Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Graduado em Letras pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui o Diploma in Teaching English to Speakers of Other Languages (DELTA) da Universidade de Cambridge e dedica-se à pesquisa nas áreas de Análise do Discurso e Ensino de Inglês como Língua Estrangeira. Lattes: http://lattes.cnpq.br/2443697746193025

Maria Paula Guimarães de Barros é mestranda em Estudos da Linguagem na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. É bolsista CAPES na referida Pós-Graduação, onde participa como membro-pesquisador no Grupo de Pesquisa “Linguagem, Cultura e Trabalho”, desenvolvendo pesquisa sobre interações fonoaudiológicas com pacientes surdos (crianças e adolescente), em Libras. Possui graduação em Fonoaudiologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2016), tendo cursado por um ano o ambulatório de Surdez por meio das disciplinas Clínica Fonoaudiológica I e II. Tem fluência em Língua Brasileira de Sinais e é atuante na comunidade surda. Foi Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX) durante a graduação, através do Projeto Surdos UFRJ, vinculado ao programa “Divulgação Científica: Ciência para Todos”. Neste projeto, participou do grupo Surdonews, com o desenvolvimento de pesquisa sobre Surdo e Conhecimento Informal. Atuou como monitora e facilitadora nos Cursos Experimentais de Curta Duração desenvolvidos pelo Laboratório Didático de Ciência para Surdos (LaDiCS – IBqM-UFRJ) oferecidos para crianças e jovens surdos da rede pública de ensino do Rio de Janeiro.  Lattes: http://lattes.cnpq.br/8730922068972252

Carlos Gustavo Camilo Pereira é mestrando em Estudos da Linguagem pela PUC-Rio, com bolsa de fomento concedida pelo CNPq; pós-graduando em Língua Portuguesa pelo Liceu Literário Português; em Língua Latina pela UERJ e, por fim, graduado em Letras Português e Inglês pela Universidade Veiga de Almeida. Adicionalmente, possui interesse em temas ligados ao discurso em diferentes abordagens e perspectivas, sobretudo na linha crítica e em identidade e refúgio. Lattes: http://lattes.cnpq.br/7142172886361378